Este artigo, As Nove Vantagens do Franchising, é uma tradução livre do artigo The 9 Advantages of Franchising, da revista Entrepreneur. Mark Siebert.

Em Franchise Your Business, o autor e consultor de franchising Mark Siebert nos dá o guia definitivo para colocar em prática uma das estratégias de crescimento mais eficientes: franquear. Siebert expõe décadas de experiências, insights e dicas práticas para ajudar seu negócio a crescer exponencialmente com franchising, evitando quedas durante o percurso. Neste trecho editado, o autor nos dá detalhes sobre o que faz do franchising uma estratégia de crescimento que você vai querer considerar.

As primeiras vantagens para a maioria das companhias que entram no ramo do franchising são capital, velocidade de crescimento, gestão motivada e redução de riscos. Mas há muitas outras.

  1. Capital

   A barreira mais comum encarada atualmente por pequenos negócios em expansão é a falta de acesso ao capital. Mesmo antes da crise de 2008-2009 os empresários já descobriam que suas metas de crescimento ultrapassavam sua capacidade de financiá-las.

  O franchising, como uma alternativa para aquisição de capital, oferece algumas vantagens. A primeira razão pela qual muitos empreendedores vão para o franchising é porque isso permite a eles expandir sem o risco das dívidas ou o custo de equity. O franqueado fornece todo o capital requerido para abrir e operar a unidade. Isso permite à companhia crescer utilizando o recurso de terceiros. Com essa estratégia, o franqueador pode crescer sem as restrições das dívidas.

   Além disso, uma vez que o franqueado – não o franqueador – assina o contrato e se compromete com várias cláusulas, a franquia permite a expansão sem nenhum passivo contingente; assim, reduz o risco gradativamente para o franqueador. Isso significa que, como franqueador, não apenas você vai precisar de muito menos capital próprio para expandir, como seu risco é limitado ao patrimônio que você investiu para desenvolver sua rede de franquias de sucesso – um montante geralmente menor do que o custo de abertura de uma unidade adicional de propriedade da empresa.

  1. Gestão motivada

   Outro obstáculo enfrentado por muitos empresários que querem expandir é encontrar e reter bons gerentes de unidades. Frequentemente, um empresário gasta meses procurando e treinando um novo gerente, para depois ver ele deixar o negócio ou, pior ainda, ser contratado por um concorrente. E os gerentes são apenas funcionários, que podem ou não ter um compromisso genuíno com seus negócios. Supervisioná-los à distância é um desafio.

   Mas o franchising permite ao dono do negócio passar por cima desses problemas substituindo o gerente por um franqueado. Ninguém é mais motivado do que alguém que tenha interesse relevante sobre o sucesso do negócio. Seu franqueado vai ser um dono – geralmente com sua poupança de uma vida toda investida no negócio. E a sua recompensa virá grande parte em forma de lucros.

   A combinação desses fatores vai ter efeitos positivos sob o desempenho da unidade.

Compromisso de longo prazo. Já que o franqueado investiu, não vai ser fácil se afastar do negócio

Gestão de melhor qualidade. Como um “gerente” de longo prazo, o franqueado vai continuar a aprender sobre o negócio e é provável que ele vá adquirir conhecimento para sua empresa. Ele vai se tornar um profissional melhor conforme ele passar anos, décadas e talvez sua vida inteira imerso no negócio.

Melhoria da qualidade operacional. Embora não existam estudos específicos que meçam essa variável, operadores de franquias costumam levar a sério o orgulho pelas suas unidades. Eles manterão seus locais mais limpos e vão treinar melhor seus funcionários porque eles não apenas gerenciam, mas são donos do negócio.

Inovação. Já os franqueados têm uma participação no sucesso de seus negócios, estão sempre à procura de oportunidades para melhorar a marca – um traço que a maioria dos gerentes não compartilham.

Franqueados geralmente gerenciam os gerentes. Os franqueados também irão manter um olhar mais apurado para as equações – nos custos do trabalho, roubo (por funcionários ou clientes) e quaisquer outras despesas que podem ser reduzidas.

Franqueados geralmente superam gerentes. Ao longo dos anos, estudos científicos e observações práticas confirmam que franqueados superaram os gerentes quando se trata de geração de receita. Com base na nossa experiência, esta melhoria de desempenho pode ser significativa – frequentemente na faixa de 10 a 30 por cento.

  1. Velocidade de crescimento

   Todos os empreendedores que desenvolveram algo realmente inovador que eu conheci têm o mesmo pesadelo recorrente: que outra pessoa vai vencê-los no mercado com o seu próprio conceito. E geralmente esse medo é baseado em realidade.

   O problema é que expandir abrindo unidades próprias leva tempo. Para alguns empreendedores, franchising pode ser a única possibilidade de eles tomarem uma posição de liderança antes que outros competidores invadam seu espaço. Isso porque os franqueados fazem a maior parte das tarefas.

   Franchising não só permite a alavancagem financeira do franqueador, como permite alavancar os recursos humanos também. Franchising permite às companhias competir com empresas muito maiores, assim eles podem saturar mercados antes que essas companhias consigam responder.

  1. Redução de equipe

   Franchising permite aos franqueadores funcionar com uma equipe muito mais enxuta. Já que os franqueados vão assumir muitas das responsabilidades antes realizadas pela empresa, os franqueadores podem aproveitar esse reforço para reduzir a equipe – e os custos.

  1. Facilidade de supervisão

   Do ponto de vista gerencial, a franquia oferece outras vantagens também.

   O franqueador não é o responsável pela gestão do dia-a-dia das unidades de franquia. A um nível micro, isso significa que se um líder de equipe fica doente no meio da noite, eles vão ligar para seu franqueado – não para você – para avisar. E é de responsabilidade do franqueado encontrar um substituto ou cobrir seu turno. E, se os franqueados optarem por pagar salários que não estão condizentes com o mercado, empregar seus amigos e parentes, ou gastar dinheiro em compras desnecessárias, isso não terá impacto sobre você ou seus retornos financeiros. Ao eliminar essas responsabilidades, o franchising permite direcionar seus esforços para melhorar a imagem da sua rede.

  1. Aumento da rentabilidade

   A redução da equipe e a facilidade de supervisão mencionados acima permite às franquias ir atrás de um alto índice de rentabilidade. A organização da franqueadora geralmente conta com uma equipe muito mais enxuta (e muitas vezes aproveita empresas terceirizadas). Assim, o resultado final é que uma organização de franquia pode ser mais rentável.

  1. Aumento da valorização

   A combinação de crescimento rápido, aumento da rentabilidade e aumento na ajuda organizacional nos permite explicar o fato de que as franquias são muitas vezes mais valorizadas do que outras empresas. Então, quando você vai vender seu negócio, o fato de que você é um franqueador de sucesso, que estabeleceu um modelo de crescimento escalável, pode certamente ser uma vantagem.

   Quando o  iFranchise Group comparou a valorização do S & P 500 vs. os franqueadores rastreados na Franchise Times Magazine em 2012. A taxa média de preço / lucro das empresas de franquia foi de 26,5, enquanto o índice de média do S & P 500 foi de 16,7. Isso representa  59% mais de escalonamento queo S & P. Além disso, mais de dois terços dos franqueadores pesquisados bateram o índice de S & P.

  1. Penetração dos mercados secundários e terciários

   A capacidade dos franqueados de melhorar o desempenho financeiro a nível da unidade tem algumas implicações importantes. Um franqueado típico não só será capaz de gerar receitas mais elevadas do que um gerente em um local semelhante, mas também irá manter um olhar mais atento sobre as despesas. Além disso, o franqueado provavelmente vai ter uma estrutura de custos diferente do que a sua como franqueador (ele pode pagar salários mais baixos, pode não fornecer os mesmos pacotes de benefícios etc.), ele muitas vezes pode operar uma unidade mais rentável – mesmo depois de considerar o royalties a pagar.

   Como franqueador, isso pode dar-lhe a flexibilidade para considerar os mercados em que os retornos corporativos podem ser marginais. Claro, você nunca vai querer considerar um mercado que você não sinta que fornece ao franqueado uma forte probabilidade de sucesso. Mas se sua estratégia envolve o desenvolvimento de unidades corporativas, em rede, é provável que você perceba que seu orçamento limitado não permitirá que você abra tantas unidades quanto você gostaria. Franquias, por outro lado, poderiam ser abertas e operar com sucesso em mercados que não estão no topo da sua lista para expansão.

  1. Riscos reduzidos

   Por sua própria natureza, franchising reduz o risco para o franqueador. A menos que você escolha estruturar isso de uma maneira diferente (e poucas pessoas fazem), o franqueado tem todas as responsabilidades pelo investimento em sua própria operação de franchising, pagando por todos os materiais, equipamentos e recursos humanos, além e ser responsável por qualquer capital de giro necessário para estabelecer o negócio.

   O franqueado também é aquele que executa locações de equipamentos, veículos, e tem a responsabilidade pelo que acontece dentro da própria unidade. Então, você, como franqueador, está em grande parte fora de qualquer responsabilidade. Isso inclui problemas com funcionários (assédio sexual, discriminação por idade, entre outros) ou acidentes que podem acontecer na franquia (deslizamento, quedas…)

   Além disso, é muito provável que seu advogado e outros conselheiros lhe sugiram criar outra pessoa jurídica para atuar como franqueador. Isso irá limitar a sua exposição. E já que o custo de se tornar um franqueador é muitas vezes menor do que o custo de abertura de mais uma unidade (ou entrar em mais um mercado), o risco é bastante reduzido.

   A combinação desses fatores garante um risco substancialmente reduzido. Franqueadores podem crescer para centenas ou mesmo milhares de unidades, com um investimento limitado e sem gastar nenhum dinheiro do seu próprio capital na expansão da rede.

Este artigo é uma tradução livre do artigo The 9 Advantages of Franchising, da revista Entrepreneur.