Central do Franqueado no Jornal do Comércio

  • 4 de dezembro de 2015

Central do Franqueado no Jornal do Comércio

4 de dezembro de 2015   por Priscila Daniel

O Jornal do Comércio publicou na edição desta quinta-feira, 03 de dezembro, uma matéria a respeito da Central do Franqueado. Com o título “Startup cria plataforma para ligar franqueadores e franqueados”, a reportagem fala sobre o início da Central do Franqueado, sobre o problema que a solução atende e sobre o funcionamento da plataforma. A matéria foi divulgada no caderno Geração E.

Confira abaixo o texto na íntegra:

 

Startup cria plataforma para ligar franqueadores e franqueados

Software funciona como central e facilita comunicação nas pontas do negócio

Leonardo Pujol

 

     Reunir todas as funcionalidades necessárias para o gerenciamento do franchising: esse é o objetivo de quatro jovens de Porto Alegre com a Central do Franqueado. Criada em maio de 2015, a startup atende franquias – e também redes em expansão – por meio de um software customizável. As ferramentas incluem seção de pedidos, chat institucional e plataforma de auditorias, todas elas facilitando a comunicação entre as lojas.
     A história da startup começou – como grande parte dos negócios inovadores – de uma necessidade. A Vita Juice, marca de alimentos saudáveis, estava à procura de uma solução que otimizasse todos os processos de gerenciamento. “Foi desenhando essa plataforma que surgiu a ideia de atender o vasto mercado das franquias”, conta Rodrigo Prates.
     Ele e o amigo João Carlos Cabral deram o pontapé inicial. São eles os responsáveis pela parte técnica do software atualmente. Em julho, a jornalista Priscila Daniel se juntou à equipe para auxiliar na Comunicação. O administrador Dario Ruschel completou a equipe para atuar no Marketing.
     A plataforma, que não tem custo de implantação, é on-line e pode ser acessada de qualquer local com Wi-Fi. O sistema funciona como um SaaS (Software as a Service), por meio de planos de contratação e pagamento de mensalidade.
     São quatro funcionalidades disponíveis. Na CAF, a Central de Atendimento ao Franqueado, é possível organizar a comunicação da franquia. No Operacional são centralizados os manuais e treinamentos da rede – todos por categorias, com armazenamento seguro na nuvem. No módulo de Compras, são enviadas ordens de serviços e pedidos automaticamente para os fornecedores homologados. Por fim, a seção de Qualidade realiza auditorias, elabora checklists e personaliza questionários.
     O investimento inicial no negócio foi de aproximadamente R$ 20 mil. Em seis meses, a Central do Franqueado já conta com oito clientes – como a transportadora Carretos e Cia e outra rede saudável, a Balanceado. “A gente espera que até o final de 2016 tenhamos 50 clientes”, almeja Ruschel. Por enquanto, a Central do Franqueado não busca investidores. “A gente até pode conversar, mas não vamos pedir valores ou coisas assim. Queremos crescer com nossas próprias pernas”, expõe Priscila.

Suas franquias precisam de seu suporte?

Solicitar Demo
logo data-recalc-dims=